Psicologia e Nutrição

A única maneira de fazer um bom trabalho é amando o que se faz.

Psicologia

Nutrição

Muitas vezes não entendemos as nossas crianças, mas percebemos claramente que há algo errado com elas. 

As crianças não vêm com "manual de instruções" e a sua forma de comunicar que algo não está bem é muito, muito diferente da forma que os adultos entendem.

As constantes exigências do dia a dia impõem uma pressão sobre os pais que nem sempre é fácil de resolver. O bombardeamento constante de informação sobre como ser-se pai/mãe e como agir para com os filhos não só aumenta essa pressão como também pode desencadear nos pais sentimentos de ineficácia e insuficiência, sendo difícil conciliar pensamento com sentimento e com acção.

Os hábitos alimentares de uma criança e o grau de actividade física desempenham um importante papel no seu crescimento e saúde. A crescente popularidade dos computadores, consolas de jogos e redes sociais contribuem para a inactividade física e sedentarismo desde tenra idade.

 

A nutrição infantil tem como objectivo alcançar um bom crescimento e desenvolvimento, evitando défices de nutrientes específicos estabelecendo hábitos alimentares correctos que se mantenham ao longo da vida prevenindo problemas de saúde associados à dieta, como a hipertensão arterial, a obesidade, etc.